Início Águas
Outras Notícias
Excesso de arsénio na água no distrito de Santarém

Foram identificados, em Novembro último, níveis de arsénio elevados na água de consumo público na freguesia da Parreira, pelo qual a Câmara da Chamusca, levou à interdição do consumo de água canalizada nesta localidade.


Segundo o relatório do Instituto Regulador de Águas e Resíduos (IRAR) relativo a 2006, nove concelhos do distrito de Santarém revelaram, níveis de arsénio acima do permitido por lei, situando-se seis deles na zona Sul - Alpiarça, Benavente, Chamusca, Coruche, Rio Maior, Salvaterra de Magos - e três no Norte - Abrantes, Mação e Ourém.


O arsénio é um metalóide e é normalmente utilizado como conservante da madeira. O arsénio e seus compostos são extremamente tóxicos, podendo ocasionar danos na respiração celular, lesões cutâneas, cancro da bexiga, rins, pulmão e pele, e ainda enfermidades cardiovasculares. Em Bangladesh ocorreu uma intoxicação em massa, a maior da história, devido a construção de uma infinidade de poços de água que estavam contaminados com este metalóide.

 

A Ecovitae Lda., representante de equipamento de filtração de excelência, promove soluções de tratamento adequado face a este poluente. Contacte-nos através do nosso serviço de consultoria para mais informações.

 

 

Fonte: Jornal de Notícias de 2008-05-09